13 de fevereiro de 2007

Referendo à Despenalização da IVG no ISCTE


“Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?” foi a pergunta que o Grupo d’Acção Estudantil colocou à população do ISCTE no dia 8 de fevereiro com o objectivo de apelar ao voto no referendo de dia 11, de conhecer a orientação de voto da população da nossa faculdade e de consciencializar tod@s para a questão da despenalização da IVG, uma questão que nos diz directamente respeito. Estes são os resultados da nossa sondagem, com base nos 141 votos obtidos:



É de notar a clara orientação pelo “Sim” entre a amostra (pouco representatitva) da população do ISCTE (82,2%), apesar da pouca afluência à urna de voto. Por outro lado, esta iniciativa do GAE permite-nos tirar outras conclusões. Primeiro, e antes de mais, é de salientar que este referendo é uma iniciatica exclusiva do GAE: foi realizado contra a vontade da presidência do ISCTE e não está, de forma alguma, ligada à AEISCTE. Pedimos autorização para utilizar o átrio da recepção do edífício velho e para que nos fosse cedido algum apoio material (disponibilização de uma urna, de mesas, de uma zona de voto, impressão dos boletins de voto na faculdade, etc.). Num rasgo anti-democrático a presidência recusou qualquer tipo de apoio ao GAE, alegando que, como instituição pública, o ISCTE não pode estar associado a qualquer tipo de iniciativa com implicações politicas. Aparentemente, a presidência considera que esta questão é única e exclusivamente uma “questão de consciência” contrariando o seu próprio intuito de promover a formação de cidadãos participativos e conscientes. A presidência não terá, portanto, compreendido o nosso grande objectivo: combater a abstenção entre a população do ISCTE no referendo do próximo dia 11 de fevereiro (sobretudo entre os alunos) que assume proporções preocupantes como se pôde, aliás, verificar pela fraca afluência.
Por outro lado, a fraca afluência de votantes deve-se também, como algumas pessoas nos disseram, à fraca divulgação do referendo. Infelizmente a nossa iniciativa não desagradou unicamente à presidência: os cartazes que os membros do GAE colocaram por toda a faculdade para divulgar o referendo desapareceram no mesmo dia em que foram postos. Pedimos desde já desculpa à população do ISCTE, mas desta forma é-nos difícil fazer chegar até vós toda a informação a que têm direito e de que deveriam dispôr num espaço que é vosso e que deveria ser, por princípio, um espaço de livre expressão para todos os que nele participam. Achamos que a mobilização da AEISCTE para os assuntos que realmente interessam aos alunos do ISCTE é muito fraca, para não dizer (quase) inexistente. O facto de o referendo no ISCTE se ter realizado no dia seguinte ao do debate promovido pela associação de estudantes não é uma tentativa de desprotagonizar a sua iniciativa. Limitamo-nos a seguir a nossa linha de acção (iniciada hà muitos meses atrás, aquando do primeiro debate sobre a IVG no ISCTE, por nós organizado).
Apesar de indesejada por muitos, a nossa presença na recepção do edifício velho no dia 8 de fevereiro como forma de apelo ao voto no referendo nacional de dia 11 de Fevereiro foi apreciada por muitos. Professores nossos conhecidos ou desconhecidos, alunos interessados ou desinteressados, votantes pelo “Sim” ou pelo “Não”, foram muitas as pessoas interessadas em votar, conversar e discutir connosco algumas questões relativas ao referendo e ao que se passa na nossa faculdade.
É este tipo de situação que nos faz ter sede de lutar pelos nossos - e sobretudo pelos vossos - direitos a uma frequência justa e livre no ISCTE. Como Grupo livre e democrático gostariamos também de expressar o nosso agrado com os próprios resultados do referendo. Apesar de não tão participado como nós gostariamos, este referendo foi uma grande ocasião para que mais pessoas conhecessem o Grupo d’Acção Estudantil do ISCTE e os seus objectivos.

As iniciativas do GAE não se ficam por aqui!
Vão passando pelo blog, e fiquem atentos ao que se vai fazendo no ISCTE.
Qualquer pessoa se poderá juntar a nós para ajudar directamente o Grupo nas suas iniciativas, entrem em contacto connosco!

12 comentários:

Jorjucho disse...

parabens!

Anónimo disse...

blablabla so dizem merdinha da grande....devem ter mt pa fazer....kd forem a pesca avisem

Antiga Aluna do ISCTE disse...

Que iniciativa fantástica - só tenho pena de já não estar no ISCTE para poder ter participado e colaborado convosco. Acho espantosa e muito lamentável a reacção da Presidência! E reprovável o comportamento de quem retirou os vossos cartazes.
Força, continuem! Sei que é muito difícil pôr o ISCTE a mexer, mas vocês parecem estar no bom caminho! :)

Anónimo disse...

antiga aluna? Estela, és tu? tás de volta? oh não meu deus...vai-te embora de uma vez, aprende a argumentar e acima de tudo aprende a aceitar as opniões dos outros, até dos que estão contigo. Se não és a estela enfim, ainda bem que foste embora...o ISCTE é a faculdade com melhor ambiente, não o destruam, façam a vossa publicidade partidária noutros lugares.beijinhos*

marisa disse...

PARTICIPEI NO VOSSO REFERENDO. E ACHEI UMA INICIATIVA MUITO INTERESSANTE.. É PENA HAVER POUCOS CARTAZES COM A DIVULGAÇÃO DOS CARTAZES, MAS PELO QUE JÁ VI AQUI NO BLOG A CULPA NÃO É VOSSA. É PENA QUE A ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES ANDE A FAZER ESTAS COISAS. TAMBÉM VI OS CARTAZES DO C.A.G.A.E. MESMO ASSIM ATÉ É INTERESSANTE HAVER UM GRUPO QUE EXISTA SÓ PARA VOS CHATEAR.
ESPERO QUE CONTINUEM A FAZER COISAS

MARISA disse...

QUERIA ESCREVER , CARTAZES COMA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS.
BEIJINHOS

margarida disse...

á antiga aluna e á marisa:
muito obrigada plo vosso apoio! de facto é dificl pôr o iscte a mexer,mas não é impossivel e no que depender de nós muitas mais coisas vão ser agitadas...é só esperar mais um pouco!
de facto,o referendo, não foi muito publicitado, mas lá que houve cartazes houve!apenas duraram pouco nas paredes do iscte!!!
o nosso contacto é gae_iscte@yahoo.com, se alguma de vocês quiser participar ou dar alguma ideia que achem fixe fazer, estão á vontade!!!!

apenas+umaMargarida disse...

bela amostra sim senhor! ou então não, o mais engraçado e que nos cartazes nem têm a cara de por o nº de pessoas q participaram, porq sera?

Anónimo disse...

Última hora: Margarida apanhada em práticas de zoofilia com caniche de Louçã!
Defensores dos animais mobilizam-se para meter esta vacarronça no seu curral!

Ana disse...

bem este pessoal anonimo deve ter uma paixao recalcada pela margarida e deve.se ficar meio frustrado por se sentir ignorado..é sempre bom ver esta gente recorrer a estas tentativas de insultos, so revelam uma baixeza refinada q so vos fica mal voces..!
keep trying!

ana disse...

deve ficar*, peço desculpa pelo erro

FILIPA GONÇALVES disse...

Participaram quase tantas como nas eleiçoes para os orgaos de gestao. vergonha deviam voces ter em nao incentivar os alunos e as alunas a irem votar, grande A.E!